.posts recentes

. A verdade

. Marques Mendes quer julga...

. JSD manifesta a sua indig...

. EBI, será realidade?

. Proposta da Coligação PSD...

. SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DA ...

. QUESTIONÁRIO

. Amílcar Mourão estupefact...

. FERIA DOS SANTOS

. SABIAM ESTA ?

.arquivo JSD

. Junho 2008

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

Quarta-feira, 26 de Outubro de 2005
Fotos da malta tiradas ontem em Vila Nova da Baronia depois da Tomada de Posse
1 (16).jpg
publicado por JSD às 14:16
link do post | comentar | favorito
16 comentários:
De Anónimo a 9 de Dezembro de 2005 às 19:40
OHHHHHHHHHHHH ATÃO ACABOU-SE A COMÉDIA?!TIOPROCURATIA
</a>
(mailto:FD@SAPO.PT)
De Anónimo a 23 de Novembro de 2005 às 00:29
Luísa Cabedo, grande figura com muito valor, que só quem é frustrado ou quer ferir a todo o custo uma cor politica ousa atacar. Grande Sr.ª com uma descendência familiar agarrada ao berço da Nação que a própria historia que acompanha o seu nome e seus antepassados se confunde um pouco com a história deste grande Portugal. Um Ser Humano exemplar com uma história de vida e de vivências inacreditáveis, com uma sabedoria e inteligência invejáveis, por amor de Deus deixem tal pessoa fora dos vossos ataques desesperados e sem aparente motivo pessoal.
Este espaço deveria ser para tratar de politica, lanço aqui o desafio a esse tal GAP, para que comente politica e que faça aqui se tiver coragem a avaliação dos 4 anos de mandato do Sr.º Antonio Paiva, que comente as demissões, contratações e nomeações feitas em apenas algumas semanas por este novo executivo da CMA, que dizia ser tão diferente dor partidos políticos e que agora, na minha óptica, se revela mais politico que os próprios Seres da Politica. Deixo aqui o desafio para que o Sr.º, ou Sr.ª Dr.ª tenham a coragem de debater politica, em vez de tentar devassar a vida alheia, e ainda ter a ousadia de querer ofender a história de Portugal!
Viva Portugal
</a>
(mailto:astr@sapo.pt)
De Anónimo a 20 de Novembro de 2005 às 16:05
Exmoa) Sr.a) GAP(A),

Muito me apraz verificar que V.Exa. se decidiu finalmente a interromper esta sequência de comentários que, embora me tenha dado momentos de grande divertimento, já começa a cansar. Malhar em ferro frio não é, de todo, o meu prato favorito. E está mais que visto que consigo se fala em alhos e V.Exa. entende e responde bugalhos! (Como vê, eu até tenho algura cultura popular!). Vou-lhe deixar aqui apenas um esclarecimento: As suas habilitações académicas podem dar-lhe o direito a usar Dr.(ª). As minhas talvez não. Não que isso me faça diferença. Mas para seu esclarecimento, informo-o que, depois de ter terminado o liceu com média final de 17 na área de Direito, fiz o 1º ano do curso de Economia e Gestão na Faculdade Estácio de Sá do Rio de Janeiro, tendo sido a 2º classificada nas provas de admissão (vestibular) à mesma. Um ano mais tarde, em Lisboa, fiz o exame de admissão à Faculdade de Direito da Universidade Católica, tendo ficado entre os 10 primeiros classificados. Após a conclusão do ano propedêutico, decidi que Direito não era o curso que pretendia seguir. E aí sim dediquei-me ao curso que hoje me permite sustentar sozinha a mim e a três filhas menores: a tradução! Quanto às vidas de mentira, meu rico, a minha é um livro aberto. Não escondo nada, estou-me borrifando para o que digam ou deixem de dizer e cada vez me divirto mais com as palermices que oiço e leio! É que se há algo que eu tenho em grande dose, é sentido de humor, coisa que, pelos vistos, não abunda aí por essas bandas.
Ah, só mais uma coisinha: tenha cuidado com os termos que usa - se quer manter o anonimato, não utilize palavras caras como as que usou no último comentário - isso denuncia-o num instante - aos outros, a mim não que eu sei muito bem quem você é! Olhe rico, vá lá em paz e volte só quando tiver alguma coisa GIRÍÍIISIMA pra dizer, tá a ver?luisa cabedo
</a>
(mailto:luia_cabedo@sapo.pt)
De Anónimo a 20 de Novembro de 2005 às 16:05
Exmoa) Sr.a) GAP(A),

Muito me apraz verificar que V.Exa. se decidiu finalmente a interromper esta sequência de comentários que, embora me tenha dado momentos de grande divertimento, já começa a cansar. Malhar em ferro frio não é, de todo, o meu prato favorito. E está mais que visto que consigo se fala em alhos e V.Exa. entende e responde bugalhos! (Como vê, eu até tenho algura cultura popular!). Vou-lhe deixar aqui apenas um esclarecimento: As suas habilitações académicas podem dar-lhe o direito a usar Dr.(ª). As minhas talvez não. Não que isso me faça diferença. Mas para seu esclarecimento, informo-o que, depois de ter terminado o liceu com média final de 17 na área de Direito, fiz o 1º ano do curso de Economia e Gestão na Faculdade Estácio de Sá do Rio de Janeiro, tendo sido a 2º classificada nas provas de admissão (vestibular) à mesma. Um ano mais tarde, em Lisboa, fiz o exame de admissão à Faculdade de Direito da Universidade Católica, tendo ficado entre os 10 primeiros classificados. Após a conclusão do ano propedêutico, decidi que Direito não era o curso que pretendia seguir. E aí sim dediquei-me ao curso que hoje me permite sustentar sozinha a mim e a três filhas menores: a tradução! Quanto às vidas de mentira, meu rico, a minha é um livro aberto. Não escondo nada, estou-me borrifando para o que digam ou deixem de dizer e cada vez me divirto mais com as palermices que oiço e leio! É que se há algo que eu tenho em grande dose, é sentido de humor, coisa que, pelos vistos, não abunda aí por essas bandas.
Ah, só mais uma coisinha: tenha cuidado com os termos que usa - se quer manter o anonimato, não utilize palavras caras como as que usou no último comentário - isso denuncia-o num instante - aos outros, a mim não que eu sei muito bem quem você é! Olhe rico, vá lá em paz e volte só quando tiver alguma coisa GIRÍÍIISIMA pra dizer, tá a ver?luisa cabedo
</a>
(mailto:luia_cabedo@sapo.pt)
De Anónimo a 18 de Novembro de 2005 às 15:38
evidentemente que a roupa não é muito limpa quando se enxovalha um nome de ume familia respeitada e com valor...Mas se isso o incomóda porqé é que com tantos comentários no blogue vem sempra a este que atá já é velho? Tenha maneiras seu indesit enferrujadopontos nos iii
</a>
(mailto:piii@hotmail.com)
De Anónimo a 18 de Novembro de 2005 às 13:31
Então mas não chega já desta lavagem patética de roupa suja?!
O que se tem comentado aqui não interessa nem ao Prof. José Hermano Saraiva.
Tenham dó. Muito boa tardeindesit
(http://hp)
(mailto:indesit@worten.pt)
De Anónimo a 18 de Novembro de 2005 às 12:16
já agora e para não pensarem que a Senhora é uma pindérica, aki fica a genealogia

Cabedo
História

Dizem os genealogistas ser o apelido português de Cabedo a deturpaçào o nome espanhol Quevedo, que tem origens remotas e parece que de elevada nobreza.
Quando o Infante D. Pedro voltou a Portugal, após as suas viagens pela Europa, trouxe com ele Diogo Dias de Quevedo.
Passou este depois ao serviço do Infante D. Fernando, irmão daquele, conhecido na História pelo Infante Santo, vindo a fixar-se em Setúbal, onde casou e deixou descendência, que já terá usado o nome de Cabedo.
Armas

Escudo partido, sendo o primeiro de vermeIho, três caldeiras de prata, em pala, e o segundo de azul, um pendão de prata de duas pontas, hasteado de ouro e flutuando para a sinistra, a sua haste em pala, movente do traço do partido; o pendào está acompanhado em ponta por três flores-de-lis de ouro, postas em pala. Timbre: um braço vestido de vermelho, segurando uma das caldeiras do escudo.
Outros Cabedos usaram: escudo partido, sendo o primeiro de azul, três tlores-de-lis de ouro; o segundo de azul, um pendão bífido cortado de vermelho e prata, carregado de um crescente de ouro no vermelho e outro de vermelho na prata, hasteado de ouro, o pendão flutuando para a sinistra. Timbre: uma flor-de-lis do escudo. pontos nos iiii
</a>
(mailto:piii@hotmail.com)
De Anónimo a 18 de Novembro de 2005 às 12:07
GAPA
Pelos vistos sente-se incomodado com o sangue azul e nobreza de quem ousa identificar-se publicamente como tal. Se a Senhora tem sangue azul, que mal há nisso?! ou menos não disfarça e assume e tem orgulho nas suas origens e familia, ao contrário se calhar de si que, apesar de se intitular de DR:(a)não tem onde cair morto, nem familia para recordarpontos nos iiii
</a>
(mailto:piii@hotmail.com)
De Anónimo a 17 de Novembro de 2005 às 11:09
Gosto de dar importância relativa a pessoas que até podem escrever bem, mas têm um discurso e uma mensagem para cegos, surdos e mudos. Então não é que V. Nobreza tem o descaramento de afirmar: "Cunhas? Privilégios para os da mesma cor? Saneamentos? Nah! Nunca. Tudo transparente..." - falando do Mário Nelsón. Então não foi ele que, publicamente, falou em cunhas? Não foi ele que prometeu trabalho a meio mundo e até já tinha um acessor (pergunte ao continuo do bar da Sociedade Filarmónica Vilanovense)? Não sei se V. Nobreza já tinha alguma função prometida, portanto não tecerei quaisquer comentários. Muitos apregoam as promessas para quem as quer ouvir (se quiser eu cito algumas)...

"SNOBS são aqueles que TÊM A MANIA, sãos os WANNA BE e que perduram até hoje", quem a conhece sabe bem que não é a mim (um ser mortal da plebe) a quem tais caracteristicas melhor se adaptam... É a si e a toda a comunidade (supostamente) Jet Set... Mas isso de ser superiores a outros, de só dar um beijinho, de chamar tia ao desbarato e etc... ainda existe??? Serve para quê??? Se não é para marcar uma diferença da plebe, não sei... e se for, não estará isso implicito a uma falta de nobreza, humildade e "wanna be" que nunca se será??? Rica uma lição de anatomia: V. Nobreza também saiu de um buraco identico por onde saiu a Jane Doe... tem sangue, ossos, sentimentos, etc. e só há 701 anos é que eram iguais????
As vidas de mentira resultam no que se vê... Para terminar e para que V. Nobreza não caia mais nas lições de história e etc., informo que devo ter mais habilitações académicas e mais vivências que V. Nobreza, pelo que escrever tais necedades e estultícias ficam mal à sua (suposta) condição social e à cor e idade do V. sangue... Agora só responderei se os comentários politicos forem reais (apoiou a Coligação que colocava Portugal no Mapa, não foi?) e se as suas lições de história, ou outra arte de V.Nobreza, efectivamente me ensinarem algo... Over and Out GAPA
(http://gapa//)
(mailto:gap@carcavelos.pt)
De Anónimo a 16 de Novembro de 2005 às 10:21
Você não sabe é a diferença entre Nobre e Snob. Mas eu explico: SNOB é a abreviatura de Senza Nobilitas (como você não deve saber nada de Latim, quer dizer Sem Nobreza). E agora a lição de história: Durante a revolução industrial em Inglaterra, muita gente do povo ficou subitamente cheia de dinheiro. E vá de quererem por os filhos a estudar nas famosas Public Schools que, até aí, só aceitavam filhos de famílas nobres. O dinheirinho destes Novos Ricos vinha mesmo a calhar e as escolas lá se convenceram a aceitar os filhotes da plebe. Mas, para os identificar, escreviam à frente dos respectivos nome a abreviatura SNOB, ou seja, sem nobreza. Pois os SNOBS são aqueles que TÊM A MANIA, sãos os WANNA BE e que perduram até hoje - você é um exemplo típico - essa fixação por marcas, essa raiva a sangue azul e essa acidez raivosa que não o deixa ficar sossegado e deixar de escrever asneiras. É para dar nas vistas? Olhe que não precisa!
Quanto a utilizar termos do povo, se estiver interessado, possa dar-lhe uma lista de alguns que você, de certeza, não conhece. Por exemplo: boa educação, respeito pelo próximo mesmo quando não partilha das mesmas ideias, falar com toda gente com a mesma cordialidade sem distinção de cor (política ou outra), posição social, idade, etc. Chega? É melhor, que isto das lições tem que ser em doses directamente proporcionais ao tamanho dos cérebros que as recebem!
Ah! Quanto ao lugar em que ficou a coligação que eu e o meu sangue azul com 700 anos de história apoiámos, ficou onde devia ter ficado - bem afastado dos que apregoam uma coisa e fazem outra. Cunhas? Privilégios para os da mesma cor? Saneamentos? Nah! Nunca. Tudo transparente...
Quem é que vai azedar agora, quem é?luisacabedo
</a>
(mailto:luisacabedo@sapo.pt)

Comentar post

.MAIS JSD
.pesquisar
 
.Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO
.subscrever feeds